Skip to content

Repudiar a agressão covarde do Terror Sionista

01/06/2010

O último ataque do exército israelense que resultou na morte de 19 civis com centenas de feridos foi mais do que uma mera provocação. Foi um atentado contra vidas humanas e contra o direito internacional, pois foi praticado em território internacional. Ao atacar o comboio humanitário, conhecido como Frota da Liberdade, que pretendia entregar 10 mil toneladas de alimentos na Faixa de Gaza, o Estado de Israel reafirma seu caráter terrorista.

Este é um dos piores episódios recentes da política belicosa perpetrada pelo estado sionista. Significa uma agressão covarde e violenta não apenas contra os missionários e o povo palestino, mas também contra todos os povos e defensores da democracia do mundo.

O dever de todos os governos, independente de sua visão política e ideológica, é a ruptura imediata das relações diplomáticas e comerciais com este Estado assassino.

O PSOL reafirma seu compromisso com todas as iniciativas de solidariedade ao povo palestino.  Vamos participar do repúdio junto aos milhões que saíram às ruas dos cinco continentes para denunciar mais uma vez o terrorismo do Estado de Israel.

Pedro Fuentes

Secretário de Relações Internacionais do PSOL

São Paulo, 31 de maio

Anúncios

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: