Skip to content

Juan Barahona vai a Brasília – greves na China – PSOL internacionalista no CONCLAT – Repúdio a Israel

15/06/2010

Líder da resistência hondurenha relata ao Congresso Brasileiro violação dos direitos humanos

 As reivindicações da Frente Nacional de Resistência Popular hondurenha, liderada por Juan Barahona, movimentos sociais e trabalhadores são:

1)     Assembleia Constituinte,

2)     Não-reconhecimento do atual governo pela comunidade internacional

3)     Que o presidente exilado Manuel Zelaya retorne ao país com garantias de segurança e integridade,

4)     Que se reconheça a Frente de Resistência como porta-voz das lutas do povo hondurenho,

5)     Que todos os exilados retornem ao país com segurança e direitos políticos garantidos.

……LEIA MAIS

PSOL realiza ato em solidariedade aos povos da Grécia e de Honduras

No Congresso da Classe Trabalhadora – CONCLAT, o PSOL demonstrou sua solidariedade ativa aos povos em luta e deu um passo à frente na política internacionalista. Aproveitando o CONCLAT, o PSOL realizou uma importante atividade internacional, que unificou todas as forças internas do partido. O ato homenageou a luta dos gregos e hondurenhos e reuniu centenas de militantes. Sua qualidade política e democrática foi possível devido ao acúmulo internacionalista do PSOL, que deu saltos a partir do Seminário Internacional de agosto de 2009.

…… LEIA MAIS

 Movimento grevista agita China

 Trabalhadores da fábrica de autopeças da Honda em greve estão pleiteando o direito de formar seu próprio sindicato, algo proibido oficialmente na China, e se manifestaram em protesto na sexta-feira (10) de manhã. Enquanto isso, outras greves começaram a se espalhar em províncias chinesas antes preservadas do conflito com trabalhadores. O objetivo principal dos cerca de 1.700 trabalhadores da Honda em greve é a duplicação dos salários e a liberdade sindical. A maioria são mulheres, jovens e de baixa escolaridade. É a terceira fábrica de autopeças da Honda que enfrenta paralisação de trabalho, nas últimas duas semanas.

…… LEIA MAIS

 Repudiar a agressão covarde do Terror Sionista

           O último ataque do exército israelense que resultou na morte de 19 civis com centenas de feridos foi mais do que uma mera provocação. Foi um atentado contra vidas humanas e contra o direito internacional, pois foi praticado em território internacional. Ao atacar o comboio humanitário, conhecido como Frota da Liberdade, que pretendia entrega 10 mil toneladas de alimentos na Faixa de Gaza, o Estado de Israel reafirma seu caráter terrorista.

…… LEIA MAIS
Anúncios

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: